Para Ler #25: Os Contos de Beedle, o Bardo

os contos de beedle o bardoO Bardo Beedle reuniu em uma coletânea vários contos infantis do mundo bruxo, estes passados de geração à geração. Assim como os contos infantis trouxas, cada uma das histórias traz uma moral específica, que ainda (nesta edição xD) recebem os comentários do Mago Alvo Dumbledore.

Esse, com certeza, foi um dos livros mais fofos que li esse ano. No entanto, não se engane, além das palavras infantis, encontra-se em cada história uma  moral muit0 forte. Cada conto possui um comentário de Alvo Dumbledore, sendo que a principal função de tal é “traduzir” para nós o que a autora, J. K. Rowling, quis dizer. Fora isso, tais comentários trazem informações valiosíssimas sobre o mundo bruxo, como termos, curiosidades, história da magia, etc.

O que achei mais interessante nesse livro é que lendo, realmente me vi como uma criança bruxa ouvindo contos. Todos sabemos que a narrativa de J. K. Rowling é mágica, mas o mundo que ela conseguiu transmitir através de seus livros, especialmente este, me faz parar para pensar se o mundo bruxo não existe na realidade… Sério, gente, é tudo tão bem amarrado que se torna um MUNDO PERFEITO!

Outra coisa que me agradou bastante também, e que fica bem claro no início do livro através de um comentário de Dumbledore, é que as mocinhas bruxas não esperam que as coisas simplesmente aconteçam, como nos contos infantis trouxas; elas mesmas vão atrás do que desejam.

Quanto a edição, cheguei a postar fotos dela neste post. Mas não custa nada relembrar, né?! Ela é linda, com cada página decorada e com gravuras maravilhosas. Além disso, a capa é texturizada para que pareça antiga e manuseada!

hp 6

Para quem deseja se inteirar mais do  mundo bruxo, com certeza esta é uma leitura obrigatória!

5

Anúncios

Para Ler #24: Diário de um Banana 2 – Rodrick é o cara

Diario de um banana 2Após o desesperador episódio do queijo, Greg está de volta com um novo diário. Dessa vez, Rodrick descobriu uma situação constrangedora de Greg e, desse modo, Greg terá que se submeter à várias episódios embaraçosos para que seu mico não venha a tona.

Diário de um Banana 2 continua na mesma linha de Diário de um Banana 1. Jeff Kinney manteve suas sacadas sensacionais e sua escrita continua maravilhosa, explicitando a alma de Greg, o que significa que as personagens já criaram vida e personalidades próprias.

A única crítica que tenho a fazer para esse livro é que sendo uma continuação, não houve evolução na história, no entanto, felizmente, o livro também não piorou. Simplesmente continuou na mesma…

Quanto à edição, já havia dito no post  Para Ler #16:Diário de um Banana que a minha é a edição econômica comprada pela Avon. Já havia dito também que a edição está muito bem feita, no entanto, talvez não tenha sido capaz de passar o quão legal ela está! Tudo é muito bem pensado e, tenho certeza, deve ter dado trabalho para fazer, principalmente por causa dos desenhos “do Greg” entre o texto. A edição econômica não perde em nada para a edição tradicional, as únicas diferenças são a capa dura e o papel pólen, que, no entanto, são muito bem compensados pelo preço da econômica. Finalmente uma editora mostrando respeito aos leitores que adquirem a versão econômica em vez da tradicional. Gostaria de deixar as minhas congratulações à Editora Vergara e Riba pelo ótimo trabalho! (Não, não tenho nenhuma relação com a editora)

Tenho até o sexto volume e logo, logo terá mais resenhas. =)

5